Temperos industrializados trazem em sua composição, além da alta quantidade de sódio, diversas substâncias que podem representar um risco para a saúde. Por isso devem ser evitados no dia a dia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) determina que o consumo diário de sódio deve ficar entre 1,5 gramas (1500 mg) e 2,5 gramas ( 2500 mg).  Vale lembrar que o sódio não pode ser cortado da alimentação, afinal, ele é necessário para o bom funcionamento do sistema nervoso. Mas quando consumido doses altas pode aumentar a pressão arterial e o risco de acidentes vasculares, além de afetar os rins.

Embora sejam práticos, os temperos industrializados podem oferecer em uma única colher de chá (ou tablete) 70% da quantidade de sódio recomendada para um  dia inteiro. Os altos índices de gordura, predominantemente saturadas, encontrados nesses produtos são um risco para pessoas com colesterol alto; os corantes podem causar alergias – principalmente em crianças  –; e há diversos estudos relacionando os realçadores de sabor, como o glutamato monossódico, a danos celulares que podem causar deficiência intelectual em crianças, doença de Alzheimer e doença de Parkinson.

 

ADITIVOS DE TEMPEROS INDUSTRIALIZADOS QUE PODEM COLOCAR SUA SAÚDE EM RISCO

Antioxidantes: Seu consumo está relacionado a alergias, distúrbios gastrointestinais, dermatites, hipersensibilidade e até câncer gástrico e do esôfago.

Espessantes e estabilizantes: Podem provocar irritação da mucosa intestinal e diarreia.

Umectantes: Sua ingestão está relacionada a distúrbios gastrointestinais e da circulação pulmonar.

Acidulantes (ácido acético): Podem causar cirrose hepática, descalcificação dos dentes e dos ossos.

Gorduras trans: Seu consumo pode provocar obesidade, câncer de mama e doenças cardiovasculares.

 

TEMPEROS NATURAIS TRAZEM MAIS SABOR E SAÚDE

Nos restaurantes Família Tagliari são utilizados apenas temperos naturais, que promovem saúde e aumentam bem-estar com muito sabor.

Conheça os benefícios de alguns temperos:

Cebola: Antioxidante, auxilia na digestão, antimicrobiana e estimulante cardiovascular;

Alho: Melhora a circulação sanguínea e o sistema imunológico, previne alguns tipos de câncer, possui ação antibacteriana, antiviral e antifúngica;

Coentro: Antioxidante, auxilia na digestão e no tratamento da ansiedade;

Salsa: É digestiva, diurética e melhora o funcionamento do fígado e do baço;

Cebolinha verde: Auxilia na digestão e combate gripes e doenças respiratórias;

Orégano: É antibacteriano, antibiótico, analgésico, antifúngico e sedativo;

Curry: Estimula o sistema imunológico, é anti-inflamatório e digestivo;

Noz moscada: Tem ação digestiva e antimicrobiana;

Alecrim: É estimulante, antidepressivo, antisséptico, e ativa a circulação sanguínea;

Manjericão: Age no sistema cardiovascular, melhorando o fluxo sanguíneo, e no sistema respiratório, é digestivo, antisséptico, anti-inflamatório;

Açafrão: Tem ação digestiva, anti-inflamatória protege contra alguns tipos de câncer;

Gengibre: Combate enjoos, infecções e doenças cardiovasculares e tem ação termogênica, auxiliando no emagrecimento;

Tomilho: É digestivo, antisséptico, cicatrizante e vermífugo;

Canela: Tem ação anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana;

Hortelã: Ajuda na produção de enzimas digestivas e nas infecções do trato respiratório, além de ser anestésica;

Louro: É digestivo, expectorante, melhora problemas no fígado e no estômago;

Cominho: Auxilia o funcionamento do pâncreas, é diurético e combate a flatulência (gases);

Páprica: Tem ação anti-inflamatória, digestiva e estimula a circulação sanguínea;

Pimenta: É digestiva e tem propriedades anti-inflamatórias, também auxiliam no emagrecimento, pois aceleram o metabolismo.

 

QUAL TEMPERO COMBINA MELHOR?

Os sabores das ervas e especiarias realçam as características dos alimentos. Por isso, principalmente quando se prepara carnes, é importante saber qual tempero combina melhor.

COMO SUBSTITUIR TEMPEROS INDUSTRIALIZADOS POR NATURAIS

Para usar temperos naturais com a mesma praticidade dos industrializados, você pode fazer caldos em maior quantidade e congelar em formas de gelo, confira algumas sugestões abaixo. Quando for utilizar, basta acrescentar alguns cubinhos ao preparo.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *